sábado, 28 de dezembro de 2013

Património do Concelho: O Cruzeiro de Alpalhão

Conhecido também como Cruzeiro do Calvário
Acesso: Lugar da Devesa de Cima, EN. 118, 246,18. à entrada de Alpalhão no cruzamento da Estrada de Gáfete com a Estrada de Nisa
Protecção: IIP, Dec. nº 129/77, DR 226 de 29 Setembro 1977
Enquadramento: Urbano, isolado em terreno junto à Capela do Calvário
Descrição do Monumento: Soco de 3 degraus de planta quadrangular. Coluna oitavada sobrepujada por uma cruz chanfrada tendo esculpida numa das faces a figura de Cristo e na outra, oposta, São João Evangelista ajoelhado amparando Nossa Senhora desfalecida.
Utilização Inicial: Cultual: cruzeiro
Utilização Actual: Marco religioso-cultural
Propriedade: Pública: estatal
Época Construção: Séc. 16
Cronologia
1512 - A vila de Alpalhão teve foral por D. Manuel; Séc. 16, meados - erecção do cruzeiro (KEIL, 1940) ; a Capela do Calvário é obra de finais do século; 1953 - obras de reconstrução pela Junta de Freguesia, tendo sido demolido o bloco de granito no qual assentava; posterior suspensão dos trabalhos pela DGEMN e reconstrução da base; 1957, c. de - retomadas as obras de reconstrução conferindo-lhe o aspecto actual.
Tipologia: Arquitectura religiosa, quinhentista. Cruzeiro sobre soco de planta quadrada, com coluna oitavada figurando num dos lados Cristo na Cruz e no lado oposto as figuras de São João Evangelista amparando a Nossa Senhora desfalecida.
Características Particulares: A figuração de Nossa Senhora desfalecida sustida por São João Evangelista, ajoelhado e trajando á moda quinhentista. Materiais: Granito
KEIL, Luís, Inventário Artístico de Portugal. Distrito de Portalegre, vol. I, Lisboa, 1940.