sábado, 28 de dezembro de 2013

Património do Concelho: O Cruzeiro de Alpalhão

Conhecido também como Cruzeiro do Calvário
Acesso: Lugar da Devesa de Cima, EN. 118, 246,18. à entrada de Alpalhão no cruzamento da Estrada de Gáfete com a Estrada de Nisa
Protecção: IIP, Dec. nº 129/77, DR 226 de 29 Setembro 1977
Enquadramento: Urbano, isolado em terreno junto à Capela do Calvário
Descrição do Monumento: Soco de 3 degraus de planta quadrangular. Coluna oitavada sobrepujada por uma cruz chanfrada tendo esculpida numa das faces a figura de Cristo e na outra, oposta, São João Evangelista ajoelhado amparando Nossa Senhora desfalecida.
Utilização Inicial: Cultual: cruzeiro
Utilização Actual: Marco religioso-cultural
Propriedade: Pública: estatal
Época Construção: Séc. 16
Cronologia
1512 - A vila de Alpalhão teve foral por D. Manuel; Séc. 16, meados - erecção do cruzeiro (KEIL, 1940) ; a Capela do Calvário é obra de finais do século; 1953 - obras de reconstrução pela Junta de Freguesia, tendo sido demolido o bloco de granito no qual assentava; posterior suspensão dos trabalhos pela DGEMN e reconstrução da base; 1957, c. de - retomadas as obras de reconstrução conferindo-lhe o aspecto actual.
Tipologia: Arquitectura religiosa, quinhentista. Cruzeiro sobre soco de planta quadrada, com coluna oitavada figurando num dos lados Cristo na Cruz e no lado oposto as figuras de São João Evangelista amparando a Nossa Senhora desfalecida.
Características Particulares: A figuração de Nossa Senhora desfalecida sustida por São João Evangelista, ajoelhado e trajando á moda quinhentista. Materiais: Granito
KEIL, Luís, Inventário Artístico de Portugal. Distrito de Portalegre, vol. I, Lisboa, 1940.

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

"Alentejo" - Exposição de Pintura de Maria João Charrinho no Centro Cultural


ALPALHÃO: Meia centena de presépios em exposição



EXPOSIÇÃO PARA VER NO CENTRO CULTURAL ATÉ 11 DE JANEIRO
No mês de Novembro as monitoras do ATL de Alpalhão, que pertence ao Centro Social e Paroquial da mesma vila ao pensar nas atividades que iriam concretizar com as crianças que frequentam a instituição, lembraram-se de organizar uma exposição de presépios feitos com materiais recicláveis. Como já é habitual na instituição, todos os anos aquando da época natalícia fazer-se um presépio com todas as crianças que frequentam o ATL e como já são alguns os que temos guardados existia a vontade de os expor. Contudo não eram suficientes para organizar uma exposição. Desta forma foram reunidos esforços e mobilizadas as crianças e suas famílias para que esta exposição ganhasse forma.
Foi solicitado nas escolas de Alpalhão, nomeadamente na Creche “A Ternura dos Pequeninos”, no Jardim de Infância, na Escola Básica, no ATL e a todos os que quisessem, independentemente da idade, que construíssem um presépio. Mas esse deveria ter uma particularidade, deveria ser construído com materiais recicláveis. A ideia foi bem aceite junto da população e os presépios começaram a chegar ao ATL de Alpalhão. O número de presépios superou, e muito, as nossas expectativas, pois temos cerca de 50 presépios na exposição. Temos as mais variadas obras de arte com os mais diversos materiais. Desde os mais compostos até aos mais clássicos. Foram utilizados materiais como cortiça, madeira, borracha, plástico, papel, tecidos, capsulas de café, rolhas, bolotas, cortiça, ovos, talheres, pedra, cartão, latas, pinhas, conchas, cabaças, garrafas, rendas, nozes…. cada um imaginou e não há nenhum igual…. nem mesmo parecido, pois os materiais são os mais diversificados e a imaginação não teve limites. Os presépios em exposição são sobretudo de crianças desde os 0 aos 16 anos, não só residentes em Alpalhão, mas também de outras localidades. Há também alguns elaborados por adultos.
A exposição está patente no Centro José Maria Moura em Alpalhão até dia 11 de Janeiro de 2014, todos os dias (dias uteis das 10:00h às 12:30h e das 14:00h às 18:00h, sábados das 10:00h às 12:30h e nos domingos das 15:00h às 17:00h).
Agradecemos a colaboração de todos os que quiseram participar com os seus dotes criativos nesta exposição, esperando que para o próximo ano consigamos subir um pouco mais o número de presépios.
Marlene Sequeira, Paula Varela e Irmã Teresa

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Jovens de Alpalhão vão "iluminar" a vila para atrair visitantes durante o Natal

Um grupo de jovens vai “iluminar” Alpalhão durante a quadra natalícia com o objetivo de atrair mais visitantes àquela vila do concelho de Nisa.
A iniciativa, designada por “Natal Luz”, integra uma exposição de presépios, um presépio vivo, uma árvore cantante e um concurso de decorações natalícias.
Em declarações à Rádio Portalegre, a presidente da Associação de Jovens de Alpalhão, Débora Louro, referiu que o evento, que vai ser desenvolvido em parceria com o Movimento Teresiano Apostolado, tem também como objetivo não deixar morrer este tipo de tradições.
A partir do próximo domingo a vila de Alpalhão já estará enfeitada para celebrar o Natal.
 Fonte: Rádio Portalegre

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Exposição de António Maria Charrinho no Centro Cultural de Alpalhão


ALPALHÃO: Concurso de Decorações Natalícias

A Associação de Jovens de Alpalhão - AJAL - e o Movimento Teresiano do Apostolado - MTA com o apoio da Junta de Freguesia de Alpalhão e da Câmara Municipal de Nisa promovem um Concurso de Decorações Natalícias com o objectivo de embelezar a vila de Alpalhão durante a quadra natalícia.
A organização propõe prémios a atribuir à Casa, Rua e Estabelecimento que um júri considere os melhores em matéria de embelezamento.
Os resultados serão conhecidos a 6 de Janeiro e até lá população e comerciantes de Alpalhão podem desde já começar a preparar a sua participação nesta iniciativa.

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

ATL organiza Exposição de Presépios (elaborados com material reciclável)

O ATL de Alpalhão vai organizar, uma Exposição de Presépios (elaborados com material reciclável), de 16 de Dezembro a 11 de Janeiro no Centro Cultural de Alpalhão-Prof. José Maria Moura.
Esta é uma exposição de todos e para todos, basta dar asas à imaginação, meter mãos ao trabalho e criar o seu próprio presépio.
Entregue-o no Centro Social Paroquial de Alpalhão (ATL), devidamente identificado com nome e idade, até dia 10 de Dezembro.
Contamos com a colaboração de todos (independentemente da idade), pois sem ela é impossível realizar este evento com sucesso.

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

ALPALHÃO: A festa do Carnaval em fotos












Linda vila de Alpalhão

Linda vila alentejana
A vila de Alpalhão
Padroeira Nossa Senhora da Graça
Da gentil povoação

Tem fábricas e tem lagares
Tem muitas salsicharias
Tem quatro padarias
Tem pão pra te alimentares
Tem igreja para rezares
A Deus que não engana
Tem a Guarda Republicana
Tem cinco estradas nacionais
Tem a pensão de António Moraes
Linda vila alentejana

Tem Misericórdia e Casa do Povo
Registo Civil e julgado de paz
Já de há muito ali se faz
Muito melhoramento novo
Pois nada faz estorvo
À laboriosa população
Tem a Polícia de Viação
Um justo monumento
Pois tem muito merecimento
A vila de Alpalhão

Tem escolas primárias
Onde se educam as creanças
Tem muitas lembranças
Tem muitas coisas várias
Tem planícies agrárias
Onde a agricultura se abraça
É muito farta de caça
O que lhe dá muita valia
No centro da freguesia
Padroeira Nossa Senhora da Graça

Tem a estação dos correios
Um grande melhoramento
Foi com espírito de conhecimento
Que se fez sem receios
Tem lugar para recreios
Tem toda a distinção
Tem uma feira de Verão
Que é bastante concorrida
Nossa Senhora da Arredonda é a querida
Da gentil povoação.
 Versos de Francisco Redondo Carrilho (o conhecido Francisco da Herceada - Casimiro) publicados em 24 de Março de 1953 e "visados pelo Exmo Sr. Presidente da C. M do Crato
* Pintura de Fáti Bernardo

AUTÁRQUICAS 2013 -Resultados e composição dos órgãos de Freguesia


Realizaram-se no passado dia 29 de Setembro as eleições autárquicas, com a nova configuração resultante da chamada "Reorganização Administrativa" e que no concelho de Nisa agregou as freguesias de Arez e Amieira do Tejo e também as do Espírito Santo, Nossa Senhora da Graça e S. Simão.
Na eleição da Assembleia de Freguesia de Alpalhão verificaram-se os seguintes resultados:

Após a instalação dos órgãos desta União de Freguesias, a composição dos mesmos ficou como segue:
Junta de Freguesia
Presidente: Ana Cecília Carrilho Manteiga - PCP/PEV - CDU
Secretário: Catarina Isabel Carrilho Couto - PCP/PEV - CDU
Tesoureiro: Mário Duarte Guedelha - PSD/CDS
Assembleia de Freguesia
Presidente: Ana Andreia Bugalho Maia - PCP/PEV - CDU
1º Secretário: Lúcio Joaquim Valente Caldeira - PSD/CDS
2º Secretário: Lúcia Maria Poupino - PSD/CDS
VOGAIS
António Correia Rovisco - PS
Maria Alcina de Jesus Costa Silva Batista - PSD/CDS
José João Lopes Cotrim - PS
José Manuel Correia Rosa - PCP/PEV - CDU
João Martins Ribeiro Fortunato - PCP/PEV - CDU
Carlos Joaquim Soares – PCP/PEV - CDU

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

ALPALHÃO: PSD retira confiança política a tesoureiro da Junta de Freguesia


A Comissão Política Concelhia do PSD de Nisa em comunicado de 18/10/2013 publicado no seu blog informa que retira a confiança política a eleito pela coligação PSD/CDS à Assembleia de Freguesia de Alpalhão. Eis o teor do comunicado:

Eleição do Tesoureiro da Junta de Freguesia de Alpalhão
"A Comissão Politica da Secção Concelhia de Nisa do PSD quer expressar de forma clara e inequívoca o seguinte:
1. Não avalizou a formação de maiorias absolutas no processo de constituição/eleição dos Vogais das Juntas de Freguesia pelo que a ocorrência na eleição do Tesoureiro da Junta de Freguesia de Alpalhão foi à revelia das orientações da estrutura local do PSD e da inteira responsabilidade dos autarcas envolvidos.
O que o Povo não concedeu nas urnas também não foi o PSD a atribuir na secretaria.
2. Retira a confiança política total ao independente, Mário Guedelha, porque apesar de ter integrado as listas da Coligação PSD/CDS em 4º lugar não foi eleito no dia 29 de Setembro para poder desempenhar as funções de Tesoureiro na Junta de Freguesia de Alpalhão tornando-se numa escolha inibidora de todos aqueles que o Povo entendeu que poderiam ser merecedores de tal estatuto."

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

MTA promove actividades radicais na Barragem da Póvoa


Alpalhão movimentou 35 dadores de sangue










A Associação de Dadores Benévolos de Sangue de Portalegre – ADBSP – desenvolveu mais uma brigada ainda em Agosto. Foi no último dia do mês e em Alpalhão, no Concelho de Nisa. À sede do Grupo de Ciclo Alpalhoense dirigiram-se 35 potenciais dadores, dos quais oito mulheres.
Nem todos puderam colaborar nesta oportunidade, assim o ditaram os exames de saúde realizados. Mas sempre foram recolhidas 31 unidades de sangue.
Ninguém se estreou a estender o braço. Mas o Registo Português de Dadores de Medula Óssea passou a contar com mais duas inscrições.
A Junta de Freguesia de Alpalhão comparticipou o almoço de confraternização que foi servido num restaurante da terra.
O Presidente da ADBSP é natural de Alpalhão e mostrou-se agradado por esta presença encorajadora de voluntários numa localidade que é sede de Freguesia. E quando assim é todos estamos de parabéns!
Outras colheitas
Por iniciativa da ADBSP irão ter lugar brevemente estas brigadas: Portalegre a 14 de Setembro, na sede do Grupo Motard Novo Milénio (junto à pista de Karting); Sousel nos Bombeiros a 28 de Setembro; Arronches no edifício do Rancho Folclórico a 05 de Outubro!
Compareça!

JR

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

ALPALHÃO: Este sábado há Colheita de Sangue

A Associação de Dadores Benévolos de Sangue do Distrito de Portalegre realiza no sábado, dia 31 de Agosto, mais uma colheita de sangue, desta vez em Alpalhão e inserida na programação anual que desenvolve.
A Colheita de sangue será efectuada na sede do Grupo Ciclo Alpalhoense, a partir das 9 horas da manhã e mais uma vez se apela à generosidade de todos os dadores, nesta causa solidária que é de todos.

quinta-feira, 1 de agosto de 2013

ALPALHÃO: A morte de um homem bom

1. De forma súbita e brutal, com intenso  pânico e sofrimento para a Maria Inês e o Carlos enquanto aguardavam o INEM / VMER, nos primeiros minutos desta segunda feira, Agostinho Madureira Pinto deixou o mundo dos vivos.
Mais conhecido, em Alpalhão, por Camões, pelos amigos carinhosamente tratado por «poeta», morre após um domingo passado a transmitir o seu carinho às netas, algo de elementar num homem tão humano.
 2. Operário de têmpera, ao longo da sua carreira sempre cumpriu exemplarmente tanto como trabalhador ciente dos seus deveres, como homem apegado aos seus direitos e com espírito lutador, lamentando, tantas vezes, a fragilidade da ação sindical no setor das pedras no concelho de Nisa. Muitas vezes, interrogando-se a si próprio do porquê desta contradição, intrigado com a falta de resposta para as suas preocupações e ansiedades.
3.Desde a primeira hora da democracia, ainda no tempo em que am Alpalhão a ação política era exercida quase clandestinamente, esteve sempre disponível para, com outros homens bons, dar a cara (e o nome) para assegurar as escassas dezenas de votos que eram recebidos pela FEPU. Humildemente, não mudou de caráter com a passagem para a APU vitoriosa (1982). Desinteressado de benesses, com a mesma colaboração que sempre deu aos comunistas e seus aliados. Em Alpalhão, a esse título, vale a pena (porque merecem) recordar os velhos Boaventura, Ideia, Paixão (pai), com o João Fortunato (felizmente ainda vivo) a aceder ao encabeçamento das listas eleitorais.
4. Generoso, o «Camões» estava em tudo o que era iniciativa popular  «alpalhoeira». Com legítimo orgulho, ajudando (sempre na retaguarda, por feitio) o «seu» Desportivo, no futebol e no trabalho de montagem da festa anual da terra.
Morreu, justamente, no momento em que, com outros camaradas, voluntária,  desinteressada e entusiasticamente, edificava a estrutura que a partir de 9 de agosto acolherá os festejos anuais organizados pelo GDRA, com a colaboração de outra associações locais.
O Agostinho partiu do nosso convívio, mas o seu exemplo de cidadão interveniente e solidário irá perdurar na memória de todos aqueles que tiveram o privilégio de, com ele, sonharem e lutarem por um mundo novo, mais justo e fraterno.

quinta-feira, 18 de julho de 2013

terça-feira, 16 de julho de 2013

ALPALHÃO: Concerto da Rota dos Coretos no sábado, dia 20

Aí está mais uma Rota dos Coretos do Norte Alentejano 2013, iniciativa da Fundação Inatel Portalegre, no quadro do seu Programa de Atividades Culturais, desenvolvida em estreita colaboração com o CCD da Federação de Bandas do Distrito. A iniciativa pretende promover a divulgação musical e a animação destes importantes espaços de cultura do Norte Alentejano.
A Rota tem início no próximo dia 20 de Julho, em Alpalhão, pelas 21,30h com um concerto pela banda da Sociedade Filarmónica Alpalhoense e a 13 de Agosto cabe à Sociedade Musical Nisense fazer as "honras da casa" com um concerto no centenário coreto da Praça da República.
A Rota começa em Alpalhão e termina em Póvoa e Meadas, abrangendo também Portalegre, Gáfete, Nisa, Campo Maior, Elvas, Galveias, Alter do Chão, Crato, Alegrete e Gavião.